Somos todos canibais. Precedido de “O suplício do Papai Noel”, livro de Claude Lévi-Strauss

Somos todos canibais. Precedido de “O suplício do Papai Noel”

editora: EDITORA 34
“Ampliemos o problema.” O convite discreto, que se lê a certa altura dos textos reunidos em Somos todos canibais, traduz a essência deste livro breve e precioso. Ao longo de mais de uma década, entre 1989 e 2000, Claude Lévi-Strauss colaborou com o jornal italiano La Repubblica, onde publicou dezesseis textos sobre temas da atualidade. Os ensejos eram os mais variados: uma notícia sobre processos judiciais, a doença da vaca louca, uma exposição de joias, a morte da princesa Diana, mas também a publicação de um novo livro do autor, um quadro de Poussin ou o quinto centenário da “des... [Leia mais]
Descrição
“Ampliemos o problema.” O convite discreto, que se lê a certa altura dos textos reunidos em Somos todos canibais, traduz a essência deste livro breve e precioso. Ao longo de mais de uma década, entre 1989 e 2000, Claude Lévi-Strauss colaborou com o jornal italiano La Repubblica, onde publicou dezesseis textos sobre temas da atualidade. Os ensejos eram os mais variados: uma notícia sobre processos judiciais, a doença da vaca louca, uma exposição de joias, a morte da princesa Diana, mas também a publicação de um novo livro do autor, um quadro de Poussin ou o quinto centenário da “descoberta” do Novo Mundo. Fosse qual fosse o ponto de partida, o antropólogo francês nunca se dava por satisfeito com proferir alguma verdade ex cathedra. Todo tema era digno de interesse e podia conduzir ao coração do fenômeno humano e cultural — desde que livrado do lugar-comum e formulado de maneira a evidenciar seu alcance pleno. “Ampliemos o problema”: longe de ser uma coleção de textos de circunstância, Somos todos canibais é uma introdução sucinta e brilhante ao estruturalismo como método de fazer perguntas avessas a respostas prontas.

Dados Técnicos
Páginas: 176
Peso: 270g
ISBN: 9786555251180