Preconceito, Racismo e Política, livro de Anatol Rosenfeld

Preconceito, Racismo e Política


R$ 39,00
editora: PERSPECTIVA
assunto:
Descrição
Impressiona na obra de Anatol Rosenfeld a atualidade persistente de seus argumentos e de seu pensamento, quase quarenta anos após sua morte. Uma explicação possível para isso encontra-se, sem dúvida, na abrangência de seu raciocínio para muito além da especificidade dos assuntos que focaliza, o que, diga-se, é coisa nada trivial. Nunca o arguto crítico deixou escapar, em suas análises, as perspectivas históricas, políticas e culturais dos fenômenos sob sua mira. Preconceito, Racismo e Política reúne os ensaios e artigos do período em que a política internacional foi o principal foco de sua contribuição para a nossa imprensa. Organizado por Nanci Fernandes para a coleção Debates, na sequência do projeto de publicação dos textos do autor que a editora Perspectiva vem desenvolvendo, deparamos aqui, mais uma vez, com a agudeza, a pertinência e a objetividade deste pensador. Rosenfeld, através dos temas abordados, delineia um panorama tão inquietante quanto atual do mundo e da sociedade em que decorreu a sua vida e nos quais vivemos, pondo em relevo as responsabilidades de Estado e dos indivíduos na trágica, quando não grotesca, inconsequência de seus ideários e de seus atos, em todos os espectros de suas ressonâncias, sobretudo nas de natureza social e cultural, que se propagam por mídias cada vez mais eletrônicas, na esteira dos fatos e acontecimentos. Não será exagero dizer que Anatol Rosenfeld, como pensador, pertence à linhagem que a escola alemã e os espíritos de Benjamin, Adorno, Horkheimer e Arendt deram origem.

Sobre o autor

Anatol Rosenfeld nasceu em 1912, na Alemanha. Estudou na Universidade de Berlim. Interrompeu o doutorado, forçado pela situação política e pelas Leis Discriminatórias de Nürenberg (1935). Chegou ao Brasil em 1937. Trabalhou como colono de fazenda e como caixeiro viajante. Retornou à atividade jornalística e literária pouco tempo depois, tendo colaborado em periódicos de língua alemã e, quase ao mesmo tempo, começou a escrever para a imprensa brasileira (Estado de S. Paulo entre outros, Revista Brasileira de Filosofia, Staden-Jahrbuch entre outras). No “Suplemento Literário” de O Estado de S. Paulo teve a seu cargo a Secção de Letras Germânicas, tendo escrito nestas páginas numerosos ensaios sobre literatura, filosofia, cinema e teatro (de particular importância são os seus estudos sobre Brecht). Publicou ensaios sobre Schopenhauer, Goethe, Schiller e outros filósofos alemães, prefaciou obras de literatura e arte e dirigiu a coleção de Estética, editada pela Herder, em São Paulo. Convidado por Alfredo Mesquita, lecionou Estética Teatral na Escola de Arte Dramática de São Paulo e ministrou cursos na mesma área no departamento de Arte Cênicas da ECA-USP. Também deu aulas de Estética Geral na Escola Superior de Cinema São Luiz, São Paulo. De particular relevo no seu trabalho são as palestras e conferências que proferiu em organizações culturais e instituições acadêmicas na cidade de São Paulo, no interior e em vários estados brasileiros, sobre o largo repertório de temas em que sempre primou. A editora Perspectiva vem publicando os seus escritos, que até agora já perfizeram 18 volumes, aos quais cabe acrescentar os volumes impressos anteriormente por outras editoras: Doze Estudos; O Teatro Épico (reeditado em 1985 pela Perspectiva – D193); O Teatro Alemão (incluído em História da Literatura e do Teatro Alemães, D255).

Dados Técnicos
Peso: 224g
ISBN: 9788527309288
Google Books Preview
Resenhas
resenha:  A democracia de Rosenfeld, por César Schirmer dos Santos [amálgama]